Vai ter que vacinar!

Depois que a gente aprende a dividir a vida entre o mundo ideal e o mundo real, parece que tudo fica mais fácil de explicar, de compreender e de resolver. Dia desses eu estava refletindo sobre essa dualidade e meu fluxo de pensamento foi parar na campanha de vacinação de Paranaguá.

No mundo ideal, as pessoas teriam bom senso para saber que tomar a vacina é uma questão de saúde pública coletiva. Não basta me vacinar pela minha saúde. É preciso que o meu colega de trabalho também se imunize. A pessoa que senta ao meu lado no ônibus também precisa ser vacinada. A operadora de caixa do supermercado também. 

Porém, no mundo real, mesmo com todas as evidências, mesmo com todas as reportagens que explicam e quase desenham a importância de receber as doses, mesmo com os números da pandemia diminuindo vertiginosamente graças à vacinação, ainda tem gente – aquelas com o QI quase nulo – que se recusa a buscar a imunização. 

Para essas pessoas, os chamados negacionistas, o Estado precisa adotar medidas mais rígidas que induzam à busca pelas doses.

É aí que surge um golaço da Prefeitura de Paranaguá. Na minha opinião, o mais lindo desde o início da campanha: o passaporte da vacina. 

Quer ir ao estádio de futebol? Carteirinha de vacina! 

Cinema? Vacina! 

Barzinho? Vacina! 

Shows? Vacina! 

A medida garante segurança, por exemplo, aos trabalhadores desses ambientes, que não podem ficar expostos à irresponsabilidade alheia. A segurança se estende a todos os cidadãos que frequentam locais públicos ou privados de Paranaguá com a certeza de que naquele ambiente há pessoas que protegem a si e aos próximos. 

É preciso aplaudir também as empresas privadas que oferecem benefícios a quem está vacinado. Há ingressos para shows sendo vendidos pela metade do preço para vacinados, desde que apresentem a carteirinha atualizada.

O movimento para retomada da vida normal é esse, com responsabilidade, com senso de coletividade, com menos egoísmo e, principalmente, com menos ignorância. 

Serviço:

Você pode acessar sua carteira de vacinação pelo aplicativo do Conecte SUS, disponível na sua loja de aplicativos ou pelo site: https://conectesus.saude.gov.br/hom.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.