Quase um acidente!

Nas últimas semanas tive um pensamento constante ao passar em frente à prefeitura de Paranguá: “essa rua está um perigo, pelas condições apresentadas por aqui eu poderia causar um acidente essa semana”. Motivo: pra mim era impossível passar por ali e não ficar encantada – e dispersa – com a beleza do ipê na calçada da Praça dos Leões (Praça Eufrásio Correia para quem teve o Wistuba como professor na adolescência).

Não foi só na Julia da Costa, há outros locais da cidade enfeitados pelas flores dispostas em forma de globo. Em Morretes também, notei lindos ipês amarelos, em uma passagem pela cidade para um almoço no fim de semana.

Há uma frase, de Allan Poe que diz: “A contemplação da beleza, creio eu, proporciona o mais intenso, elevado e puro de todos os prazeres”.

E não é? Eu me sinto preenchida quando observo as montanhas em Morretes, o Rio Itiberê em Paranaguá – de dia ou de noite -, é assim também quando vejo o mar de Antonina, as nossas praias… a vista da praça dos Namorados, em Guaratuba…  tem tanta coisa linda por aqui. Mas, para mim, os ipês são especiais.

Adoro quando olho pra essas flores em dias de sol forte e vejo a luz passar pelas flores. Elas parecem brilhar. Você, enquanto lê essa coluna, pode pensar: “hoje ela está viajando. Acho que não tinha assunto para escrever”. Talvez. (rs) Estou aqui expondo pensamentos do meu mundo. É o tipo de pensamento que passa pela minha cabeça enquanto me desloco pelos lugares.

Fico sonhando com o dia em que a gente vai tomar essa árvore como símbolo, com centenas delas espalhadas pelo litoral, e com a chegada da data em que, como fazem no Japão (mas, lá com as cerejeiras), na época da florada dos ipês, os funcionários das empresas serão liberados mais cedo do trabalho, para poderem contemplar a beleza dessa época do ano.

Enfim, apenas sonhos de uma caiçara dispersa quando anda pelas ruas do nosso litoral. Que bom que não pago para tê-los! Rs

Foto: Ronaldo Damasceno (Ipê na Rua Julia da Costa)
Arquivo pessoal (Ipês na Julia da Costa, em frente à prefeitura)

3 comentários sobre “Quase um acidente!

  1. Foi o texto mais lindo que vi nos últimos tempos, marcante, inspirador e relevante!
    Vou lembrar de você Diana Tulio, qdo eu avistar estes lindos Ipês floridos e prestarei dedicada atenção nas flores brilhando nos raios de sol. Gratidão!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.