Não esqueçam, Rio Branco é paixão

Por Pierre Andrade

Reunião do Conselho Deliberativo que pouco – ou nada – decide. Desinteresse entre os gestores. Batalha interna. O clima no Rio Branco não é ruim só dentro das quatro linhas. O clube que fez uma das piores campanhas entre as 68 equipes participantes da Série D vive um momento de incertezas.

Diretoria ameaça renunciar. Ideia é passar a gestão do alvirrubro para um outro grupo, que por sua vez ficaria responsável pelo Leão durante o próximo estadual. Em suma, traria jogadores com o propósito de dar visibilidade para o elenco e negociar os atletas com outros clubes. O Rio Branco serviria de vitrine. Nada contra, desde que o elenco seja bom. O problema é que essa fórmula foi testada na Série D. E sabemos o resultado.

Essas incertezas podem ser solucionadas nesta – ou a partir desta – segunda-feira. Hoje deve acontecer nova reunião do Conselho para talvez definir o futuro do clube. Talvez. E esse é o problema.

Enquanto incertezas norteiam o Leão, enquanto participantes da diretoria e conselho deliberativo divergem dentro do clube, esquecem dos sentimentos envolvidos. Existe uma massa de torcedores que se importa verdadeiramente com o clube. Uma massa que vive o alvirrubro. A torcida merece respeito.

Hoje, o clima no Rio Branco é de fim de feira. Pouco interesse entre os gestores desanima torcida, gera especulação e clima tenso dentro dos corredores da Estradinha. Além disso, atrapalha o planejamento para o próximo ano.

Por isso, o único pedido que a torcia tem é para que os responsáveis pelo clube não se esqueçam: Rio Branco é paixão!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.