Provas do ENEM iniciam neste domingo (17)

Estudantes que vão participar desta edição, demonstram preocupação diante do cenário pandêmico

Por: Gabriella Mariotto 

Milhares de estudantes devem realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), neste domingo (15). Inicialmente, a prova impressa seria aplicada nos dias 1º e 8 de novembro de 2020, porém, com o avanço da pandemia no país, no mês de maio o Senado aprovou o projeto de lei que adiou exame.

Para  tornar a escolha de uma nova data um processo democrático, o Ministério da Educação (MEC) disponibilizou uma enquete para os estudantes escolherem uma nova data para a prova, mas segundo  Leonardo Amorim, que irá realizar a prova, a enquete ocorreu apenas na teoria.

“Como estudante eu me sinto prejudicado, pois quando surgiu a notícia de que o ENEM seria adiado o governo promoveu uma consulta pública para escolha da nova data, porém após o resultado os responsáveis pelo exame apenas ignoraram a data escolhida e propuseram uma data diferente.”

Prevista para acontecer nos dias 17 e 24 de janeiro, o MEC garante que todas as medidas de segurança estão sendo tomadas, perante a pandemia da COVID-19. Como de praxe, os estudantes devem comparecer aos locais de aplicação das provas, munidos de caneta de tinta preta em material transparente, documento com foto, e neste ano atípico, o uso de máscaras também é obrigatório. O MEC recomenda ainda, que os participantes levem máscara extra e também álcool em gel.

Aglomerações

Dentre as medidas de prevenção à COVID-19 recomendadas pela OMS, está o distanciamento social,  uma questão que causa aflição na estudante Letícia Jianni.

“O ENEM envolve muitas pessoas, ou seja, querendo ou não acaba ocorrendo certas aglomerações, então todo o cuidado no dia é pouco. Lembrando que as medidas de segurança vão ser aplicadas apenas no interior do local das provas”, observa a jovem.

O estudante Leonardo salientou que ainda que existam medidas de segurança não há uma garantia de que todos estarão seguros, pois tais medidas adotadas só valem no interior do local de aplicação de provas, e os momentos que ocorrem mais aglomerações é o deslocamento até esses locais e os momentos de entrada e saída.

Sonhos

Como uma porta de entrada que leva estudantes de diversas idades a idealizarem um futuro melhor, com a chance de ingresso no ensino superior, os estudantes viveram a adaptação de um ano anormal. Letícia com o sonho de cursar administração e Leonardo com expectativa de ir para a área da saúde concordam que com o fim do ensino médio, esperam iniciar agora, um novo passo das suas histórias.

Foto: Agência Brasil 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.