Com foco no combate à Covid-19, Estado lança o Verão Consciente

Em virtude da pandemia da Covid-19, o Governo do Estado montou um planejamento que visa a preservação da saúde durante a temporada de calor. A iniciativa foi batizada de Verão Consciente e a estratégia é reforçar a necessidade do distanciamento social e difundir outras medidas sanitárias como forma de conter a circulação do vírus.

Os detalhes da operação foram apresentados nesta sexta-feira (18), no Palácio Iguaçu, pelos secretários Beto Preto, da Saúde, Rômulo Marinho, da Segurança Pública, e pelo superintendente-geral da Paraná Esporte, Helio Wirbiski. O programa de atividades começa neste sábado (19) e vai durar até o carnaval.

Haverá reforço nas ações de saúde, segurança pública e meio ambiente tanto no Litoral quanto nas prainhas fluviais das regiões Oeste, Noroeste e Norte Pioneiro. Para evitar aglomerações de pessoas, o Estado cancelou toda a programação de atividades esportivas, artísticas, de lazer e culturais que estavam previstas, como os shows musicais, trios elétricos e queima de fogos durante a celebração do Réveillon.

Em manifestação recente, o governador Carlos Massa Ratinho Junior já havia pedido apoio à população para evitar a disseminação da infecção pelo novo coronavírus. “Quem puder, fique em casa. Mais do que nunca terá de ser um verão consciente, um verão da consciência”, destacou. “Precisamos do apoio e da conscientização de todos para o que o sistema de saúde não entre em colapso”, afirmou.

O Estado vai oferecer seis postos de testagem, do modelo RT-PCR (cotonete) durante o verão no Litoral. A intenção é descobrir quem pode estar com a doença para iniciar o tratamento e o isolamento. Os pontos de coleta serão instalados em Matinhos, Guaratuba, Morretes, Pontal do Sul, Ipanema e Praia de Leste e terão capacidade de realizar em conjunto até 2 mil testes por dia, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com o cancelamento da programação voltada para o entretenimento, todos os 200 estagiários de Educação Física e Enfermagem contratados temporariamente para atuar durante a temporada foram deslocados para ações de orientação. Com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde, eles estarão diariamente nas praias paranaenses para reforçar para as pessoas a importância do distanciamento, do uso de máscaras, do álcool em gel e da higiene pessoal.

Uma equipe percorrerá de van as cidades, orientando a população que reside longe da faixa de areia. “A palavra de ordem é bom senso, por isso a opção de realizar um Verão Consciente. Vamos trabalhar na prevenção, educação e orientação, contando sempre com a empatia das pessoas”, ressalta Wirbiski.

NORMA TÉCNICA – A Secretaria da Saúde preparou a resolução técnica 1471/2020 que serviu de base para a elaboração de uma cartilha de boas práticas para quem for passar o verão nas praias do Paraná. Entre outros pontos, a normativa tornou obrigatório o uso de máscaras na areia, podendo ser retirada apenas durante o banho de mar ou para alimentação. O mesmo vale para quem for usar os banheiros públicos instalados nas orlas.

“Durante o tempo em que estiverem na areia para o banho de sol, as pessoas que não pertencerem ao mesmo grupo familiar ou de convivência devem manter-se a uma distância mínima de 1,5 metro entre si”, diz parte da resolução.

Outra recomendação é de, na areia, só haja concentração de pessoas que pertençam ao mesmo núcleo familiar ou de convivência, com os grupos não excedendo 5 pessoas. “O vírus é terrível e o momento é muito delicado, à beira de um período que pode se tornar crítico. Então, quem puder fazer a escolha, que não vá para a praia. Fique em casa, em isolamento. É a melhor opção para o momento”, destacou Beto Preto.

LEITOS – A 1ª Regional de Saúde prestará apoio às estruturas municipais de saúde. Está prevista a ampliação dos leitos exclusivos para tratamento da Covid-19, tanto de UTI quanto de enfermaria, no Hospital Regional de Paranaguá. Passará de 30 para 50, um acréscimo de 67%.

Haverá ainda ações de vigilância sanitária, prevenção e campanhas educativas contra a Covid-19, dengue, zika, chikungunya, sarampo, febre amarela, HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis.

Outro apoio do Estado se dará com médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e rádio-operadores aplicados nos municípios de Matinhos, Guaratuba, Pontal do Paraná, Guaraqueçaba e Paranaguá. Também serão disponibilizadas ambulâncias extras com Suporte Avançado.

AERONAVES – Também está previsto o reforço do serviço de resgate e remoção aeromédica, para atuação em conjunto com os integrantes do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) e criada a Central de Regulação Médica de Urgência do SAMU Regional Litoral.

“Fizemos todo o possível para ampliar as condições, mas a estrutura tem fim. A demanda por leitos é muito grande. E, neste momento, há dificuldade para se encontrar profissionais capacidades para atuar no combate à doença”, explicou o secretário da Saúde.

SEGURANÇA PÚBLICA – O planejamento das Polícias Militar, Civil e Científica inclui a permanência de cerca de 2 mil profissionais em todo o Litoral para reforçar a presença ostensiva, com estruturação também da Polícia Judiciária nas delegacias. O Departamento Penitenciário, por sua vez, terá equipes para fazer o monitoramento de pessoas que possuam tornozeleira eletrônica e adotará gestões para evitar lotação de cadeias na região.
As praias contarão com guarda-vidas civis e militares do Corpo de Bombeiros, com o trabalho de prevenção a afogamentos, e resposta rápida em casos de busca e resgate, atendimento pré-hospitalar e combate a incêndio. Neste ano, serão 91 Postos de Guarda-Vidas distribuídos nos balneários para atender as pessoas em casos de afogamentos ou outras situações mais graves.

Os bombeiros terão à disposição ainda uma embarcação de grande porte, capaz de fazer transporte de pacientes e o patrulhamento na orla, a chamada “ambulancha”. “Desde agosto estamos nos empenhando neste planejamento para o verão. Os policiais vão dar a pronta resposta para a sociedade, espalhando a sensação de segurança. E, evidentemente, ajudando a saúde para que o sistema médico não entre em colapso”, disse Marinho.

TERMO CIRCUNSTANCIADO – De acordo com o secretário da Segurança Pública, aquelas pessoas que desrespeitarem as medidas restritivas colocadas em vigor pelo decreto 6.555/2020 poderão ser levadas à delegacia para a assinatura de termo circunstanciado, com base nos artigos 230 (desobediência) e 268 (propagação de doença contagiosa). O Tribunal de Justiça prevê também a instalação de uma base temporária no Litoral durante a temporada.

Entre outras medidas, a peça jurídica estabelece a proibição de confraternizações e eventos presenciais que causem aglomerações com grupos de mais de 10 pessoas e a vedação da comercialização e do consumo em vias e espaços públicos de bebidas alcoólicas das 23 horas às 5 horas. A decisão acompanha o impedimento provisório na circulação de pessoas no mesmo período. A regra vale até o próximo dia 28.

“O pedido inicial é para a orientação. Mas se houver a insistência, os policiais estão preparados para agir de acordo com a lei”, disse Marinho.

A Polícia Militar pede ainda a participação da comunidade no auxílio das equipes policiais em relação às fiscalizações. “Eu peço que as pessoas confiem no trabalho da Polícia Militar, que tenham o nosso telefone 190 sempre à mão e contem com a polícia”, afirma o major Ricardo Fardim Eguedis, porta-voz da PM.

BOX

Veja em detalhes as ações da Operação Verão Consciente

SEGURANÇA PÚBLICA

Reforço no número de profissionais no Litoral, com planejamento integrado das Polícias Militar, Civil e Científica;

Reforço na estrutura da Polícia Judiciária nas delegacias;

Equipes e recursos para a realização de procedimentos, perícias e exames criminais com eficiência para o cidadão;

O Departamento Penitenciário também terá equipes para fazer o monitoramento de pessoas que possuam tornozeleira eletrônica e adotará gestões para evitar lotação de cadeias na região;

As praias contarão com guarda-vidas civis e militares do Corpo de Bombeiros, com o trabalho de prevenção a afogamentos, e resposta rápida em casos de busca e resgate, atendimento pré-hospitalar e combate a incêndio;

Neste ano, serão 91 Postos de Guarda-Vidas distribuídos nas praias dos balneários;

Os bombeiros terão uma embarcação de grande porte, capaz de fazer transporte de pacientes e o patrulhamento na orla, a chamada “ambulancha”;

Fiscalização quanto ao uso de máscara facial, distanciamento social, aglomeração de pessoas;

ESPORTE

Cancelamento das atividades de lazer e recreação como forma de evitar aglomerações;

Cancelamento de atividades esportes coletivos, gincanas e passeios em grupo organizados pelo Governo do Estado;

Cancelamento de shows musicais, artísticos e culturais;

Cancelamento da queima de fogos e trios elétricos durante a festa de Reveillon;

Com apoio e orientação da Secretaria de Estado da Saúde, 200 estagiários de Educação Física estarão diariamente nas praias do Estado para orientar as pessoas sobre o distanciamento e outras ações de prevenção ao coronavírus;

SAÚDE

Ativação de mais leitos de UTI e enfermaria exclusivos para Covid-19 no Hospital Regional de Paranaguá;

Serão seis postos no Litoral à disposição da população para a realização de testes do tipo RT-PCR;

A 1ª Regional de Saúde prestará apoio às estruturas municipais de saúde com ações de vigilância sanitária, prevenção e campanhas educativas contra a Covid-19, dengue, zika, Chikungunya, Sarampo, Febre Amarela, HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis;

Reforço no número de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e rádio-operadores nos municípios de Matinhos, Guaratuba, Pontal do Paraná, Guaraqueçaba e Paranaguá;

Disponibilização de ambulâncias extras com Suporte Avançado;

Reforço do serviço de resgate e remoção aeromédica, para atuação em conjunto com os integrantes do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) e criada a Central de Regulação Médica de Urgência do SAMU Regional Litoral;

Equipes em vans percorrerão as cidades, os pontos mais afastados da faixa de areia, com orientações sanitárias;

MEIO AMBIENTE

Ampliação nos recursos disponibilizados para o tratamento de resíduos, recolhimento de lixo e limpeza de canais e rios nos municípios litorâneos;

Ações voltadas às fiscalizações, prevenções e ações de prevenção a crimes ambientais por meio do Instituto Água e Terra (IAT);

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb-FV) terá equipes para combater a caça ilegal, o desmatamento e a pesca irregular. Com patrulhamento a pé, motorizado e aquático, a unidade reforçará a prevenção aos crimes ambientais;

RODOVIAS

O Departamento de Estradas e Rodagem (DER) intensificará a fiscalização de veículos de transporte nas estradas estaduais;

Apoio do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) nas abordagens e fiscalização contra crimes de trânsito, principalmente nos casos de embriaguez de volante, excesso de velocidade e ultrapassagem em local proibido.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.