Antonina
Justiça condena homem acusado de assassinar idosas em janeiro desse ano em Antonina

A justiça condenou nesta segunda-feira (20), Carlos Eduardo Policarpo, de 38 anos, pela morte de  Reneia Balma e de Evanida Maia em janeiro deste ano na cidade de Antonina.

O réu, agora condenado, foi sentenciado a 49 anos e seis meses de prisão, em regime fechado, pelo crime de duplo homicídio. A pena foi agravada, pois Carlinhos -como é conhecido- é reincidente pelo crime de furto no ano de 2016.

A audiência aconteceu de forma remota, pelo canal do Youtube do Tribunal de Justiça do Paraná, devido a pandemia da Covid-19 que não permite grande concentração de pessoas em um mesmo local. A transmissão durou mais de 7h.

Relembre o caso

No dia 06 de janeiro de 2021, um crime brutal chocou os moradores do litoral do Paraná.  Duas idosas foram assassinadas a tijoladas por um jardineiro que prestava serviço na região.

Carlos Eduardo Policarpo, de 38 anos, tinha livre acesso à casa das vítimas e uma discussão, provocada pelo valor de um serviço, motivou o crime.

Segundo a Polícia Civil, o jardineiro se recusou a receber o valor de R$50,00 por um serviço realizado no imóvel da vítima. Em depoimento o réu relatou que a quantia  paga era insuficiente e que a Reneia havia o ofendido. Exaltado, ele pegou um tijolo e acertou a cabeça da vítima, que entrou em óbito no local.

A segunda vítima, Evanida Maia, de 68 anos, teria presenciado o assassinato da vizinha e estava ligando para a polícia no momento que Carlos Eduardo chegou na residência e também a agrediu a tijoladas. Evanida chegou a ser socorrida, mas entrou em óbito no hospital.

Após o crime, o homem fugiu do local e foi localizado pela Polícia Militar dentro de uma residência na mesma região onde os crimes ocorreram.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.