Destaque
Prefeitura de Guaraqueçaba “caça” fonte que denunciou caso de assédio na cidade

Há pouco mais de um mês veio à tona a denúncia de que um médico de Guaraqueçaba teria assediado uma paciente, menor de idade. O caso foi destaque na programação da TVCI e, desde então, a emissora tem cobrado que providências sejam tomadas enquanto o caso é investigado.

No entanto, uma fonte, que não será identificada, informou a TVCI de que a prefeita da cidade, Lilian Ramos, determinou uma “caça às bruxas” no intuito de identificar quem foi a fonte que passou o caso à emissora. A situação gerou um clima de insegurança e medo de represálias por parte do funcionalismo público.

Já o médico acusado, que atua em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do município, não foi afastado de suas funções. Após cobranças, a prefeitura abriu uma sindicância para apurar os fatos. O caso é investigado também pela Polícia Civil.

Relembre o caso

Uma adolescente procurou atendimento na UBS para renovar a receita de um medicamento. Na ocasião, ela citou que poderia estar com algum problema ginecológico, devido a sintomas apresentados.

Segundo o boletim de ocorrência, o médico, Emerson Almeida de Oliveira, fez um exame com coleta de material ginecológico, usando um espéculo vaginal, e pediu o número do telefone da jovem.

Depois disso, ainda de acordo com a denúncia feita à polícia, ele passou a mandar mensagens para a moça e fez propostas que excedem a relação médico-paciente. Então, a mãe da jovem registrou o boletim de ocorrência.

Até o fechamento dessa reportagem, a prefeitura não se pronunciou.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.