Cestas básicas foram entregues a moradores das ilhas do Litoral do Paraná

As cestas básicas foram levadas de barco até as Comunidades Ribeirinhas.

Por Adriana Lopes

A pandemia chegou nestes locais e comprometeu a renda das famílias. O Ronie é pescador e esta na ativa. Ele relata a dificuldade em vender produtos em meio a crise alavancada pelo Covid-19.

“ Nós estamos pescando mas a venda esta difícil. Os produtos estão muito abaixo do valor que eram vendidos antes da pandemia “, disse Ronie Rodrigues Ferreira.

A crise também chegou na casa da dona Maria Domingues do Rosário, junto com diversas limitações para garantir fonte de renda.

“ É muito difícil porque os pescadores não conseguem trabalhar. Esta tudo parado. Nem peixe para nós nos alimentarmos nós não temos “, comenta a dona de casa.

Uma ação entre Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Governo do Estado e a empresa Portos do Paraná levou alimentos para as comunidades distantes. Estas pessoas moram nas Ilhas que contornam a Baia de Paranaguá, vivem longe do continente e sobrevivem da pesca e do turismo. As visitas para os turistas foram suspensas para prevenir a contaminação e disseminação do Coronavírus. Os acessos para as Ilhas continuam bloqueados.

Moradores se organizam para receber alimentos.

AÇÃO SOCIAL EM ALTA

Sem visitantes e com a escassez dos recursos naturais, moradores da Ilha do Mel, Superagui, São Miguel, Piaçaguera, Maciel, Eufrasina, Amparo, Europinha, Ilha do Teixeira e das Peças receberam as doações.

“ Não tendo como trabalhar o turismo e a pesca com uma dificuldade enorme por conta das limitações impostas pela doença, estas pessoas estão com uma extrema dificuldade até mesmo de conseguir alimentação. O governador Ratinho Junior determinou que todas as forças se unissem para bem atender essas comunidades, para que não falte o básico que é o alimento para essa população “, ressaltou o Diretor empresarial da Portos do Paraná, Andre Pioli.

Além das cestas básicas, as famílias também receberam água. “ Queremos agradecer o Governador ratinho Junior que nos atendeu aqui na comunidade. Agradecemos também a Deus por estarmos recebendo as cestas “, acrescentou Ronie, pescador e lider comunitário.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.