Cultura e Turismo
Liminar suspende operação do GAECO contra diretores do IAT responsáveis pelas obras na Orla de Matinhos

Na tarde desta sexta-feira (22) a justiça, por meio de uma liminar, suspendeu os efeitos da Operação do GAECO – Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado que determinou a busca e apreensão de documentos na sede do IAT – Instituto Água e Terra, em Curitiba, responsável pelo projeto de revitalização da orla de Matinhos.

De acordo com a decisão judicial, está proibida a análise dos materiais apreendidos, de modo que permaneçam lacrados até o julgamento do Habeas Corpus.

A Operação do GAECO aconteceu no dia 15 de setembro em decorrência da falta de informações sobre os impactos ambientais da obra no meio ambiente.

Leia a decisão na íntegra:

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.