Setembro é o mês muito importante para os gaúchos

A comemoração tem costela fogo de chão, mate e o som que vem dos Pampas. De 14 a 20 de setembro, a família comemora a semana da farroupilha, que resgata a história da Revolução Gaúcha de 1835. Um combate que durou 10 anos.

Por Adriana Lopes

A revolução farroupilha foi uma manifestação dos gaúchos contra o alto preço dos impostos de alguns produtos. A taxa do couro e da carne seca era tão alta que ficava mais barato trazer essas mercadorias de fora. Argentina e Uruguai, eram os países que forneciam esses produtos. Os farroupilhas como eram chamados, eram rebeldes, que organizavam essas manifestações contra o governo. A luta contra as imposições, funcionou e 1 ano depois, em 1834, eles se fundaram a república Rio Grandense.

Os cavaleiros reproduzem cenas de um fato corriqueiro para época. Era dando voltas ao redor da fogueira, que um grupo estudantes comemorava a independência  riograndense. Eles fundaram o CTG, centro de tradições gaúchas, ponto de encontro da gauchada.

Tradições como música, comida e traje típico estão no pacote da celebração gaúcha. Só que em 2020, um EPI foi incorporado a festa a caráter. O visual do seu Soli ganhou um tom de branco. Ele também reduziu o número de pessoas no CTG. O  não muda, é o amor pela cultura no peito do baguá.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.