Como sobreviver aos traumas e buscar “uma luz no fim do túnel” após ser vítima de tentativa de feminicídio e sofrer violência dentro de um relacionamento abusivo? Essas são as perguntas que centenas de mulheres fazem a si mesma todos os dias no Brasil. No litoral do Paraná essa infeliz realidade não é diferente.

Em uma série de quatro episódios, a TVCI abordou o assunto e contou histórias reais de mulheres que sobreviveram aos traumas e reconstruíram a vida. As reportagens também abordam a importância da denúncia e da rede de apoio que acolhe essas mulheres em situação de vulnerabilidade.

A série foi ao ar na primeira semana do mês de setembro e ganhou repercussão em todo o litoral. Durante o período, diversas mulheres que passaram e passam pelo ciclo de violência se identificaram com os relatos e entraram em contato com a produção reforçando o debate e contando as próprias histórias.

A seguir você pode acompanhar as matérias na íntegra:

1º episódio:

O primeiro relato conta a história de uma mulher que foi vítima de violência sexual, moral, psicológica  e física desde a adolescência. O abuso sofrido durante o período desencadeou traumas e a necessidade de procurar refúgio em outros relacionamentos para se libertar do assédio sofrido dentro de casa.

2º episódio:

No segundo episódio da série, a narrativa é construída  por meio de dramatização. A vítima enviou uma carta para a produção da TVCI, na qual contou toda a violência vivida dentro de um relacionamento afetivo.

3º episódio:

A assistente social da Casa da Mulher Matinhense, Darlene Venâncio, explica a importância de um local apropriado para atender mulheres em situação de vulnerabilidade que passam pelo ciclo de violência. Ela destaca a importância da rede de apoio para as vítimas.

4º episódio:

No quarto e último episódio, a Comandante da Guarda Civil Municipal e responsável pela coordenação da Patrulha Maria da Penha, Márcia Garcia, explica o papel fundamental  da denúncia e da medida protetiva.

 

Produção: Yasmim de Paula; 

Reportagem: Ana Zampier e Fernanda Xavier;

Cinegrafista: Paulo Melo, Ronaldo Damasceno, Márcio Ninja;

Edição: Alessandro Caxambu e Paulo General;

Dramatização: Lua Beatriz e Leo Coelho. 

Nossos Programas